fbpx

Como explicar o fim da vida para uma criança?

Geralmente os pais não conseguem responder com facilidade as questões das crianças sobre a morte, pois eles mesmos não sabem lidar com isso.

Na primeira experiência envolvendo a morte na vida de uma criança é bem normal que ela fique cheia de perguntas. A seguir está um guia passo a passo sobre como explicar o fim da vida para uma criança em qualquer idade:

  1. O que é a morte: O primeiro passo é explicar para a criança o que o que acontece quando a pessoa morre. Tente fazer entender que a pessoa nunca mais voltará e que não está apenas dormindo. Deixe claro que quem partiu também não pode sentir mais nada.
  2. Linguagem objetiva: Lembre-se que a capacidade de discernimento das crianças é diferente da nossa. Qualquer eufemismo ou palavra mal usada pode gerar confusão e dúvida na cabeça dos pequenos. Tente usar uma linguagem que uma criança possa entender com base em sua idade e nível de maturidade. Uma criança de dois a três anos terá pouca lembrança dessa experiência. Já uma de oito a nove se lembrará para o resto da vida.
  3. Controle emocional: Você não precisa necessariamente esconder seu sentimento das crianças, mas é importante que você não esteja emocionado em demasia na hora de explicar a morte para uma criança. Dependendo da intensidade dos sentimentos que você manifestar a criança irá associar o processo com algo terrível, de dor física e emocional, e automaticamente se sentirá estressada e confusa.
  4. Evite palavras que assustam: Explique o processo de fim da vida da maneira mais técnica e objetiva possível. Evite palavras marcantes que possam causar medo e ansiedade.
  5. Deixe as crianças perguntarem: Toda criança está em pleno desenvolvimento e querendo respostas para todas as coisas da vida. Porque seria diferente com a morte? Estimule a criança introvertida a tirar suas dúvidas. Não use palavras difíceis ou que assustam, mas lembre-se que é saudável que elas tenham alguma compreensão sobre o assunto. Tente não parecer chocado com as perguntas que uma criança pode fazer sobre esse assunto.
  6. Respostas sinceras: Nunca vale a pena mentir para uma criança. É melhor que você se prepare com antecedência para as perguntas que ela provavelmente irá fazer. É normal não saber as respostas a algumas de suas perguntas. Dando um simples, “Não tenho certeza. O que você acha que acontece com isso?” permite que a criança oriente a conversa.
  7. Seus sentimentos importam: A forma que você se sente é importante na hora de explicar o fim da vida para os pequenos. Aprenda o máximo que puder antes do processo. Crianças podem não querer presenciar um ritual de luto e nesse caso não devem ser forçados. Sempre analise antes o que você irá mostrar ou explicar para elas.
  8. Deixe as crianças livres para se expressarem: Elas podem estar sentindo o luto e não sabendo lidar com essa emoção tão recente e inédita. Pergunte como a criança se sente referente ao processo e estimule ela a se comunicar com você sobre o ocorrido. Ela pode não ser capaz de expressar bem sua dor, mas falar ajudará a processar melhor seus sentimentos.
  9. Obtenha ajuda de um conselheiro: Contar a uma criança sobre a morte de um ente querido pode ser um desafio para muitos. Se você se sentir desconfortável e não souber o que dizer, considere a ajuda de um conselheiro de luto especialmente treinado. Um conselheiro não apenas ajuda a explicar a morte para a criança, mas pode ajudá-la a compreender e lidar com sua dor.
 

Na Guardadoria possibilitamos que qualquer pessoa grave mensagens para serem exibidas no futuro das crianças, como em uma formatura ou casamento. 

Às vezes você deseja compartilhar algumas lições da vida, mas não tem certeza de que estará presente no momento adequado. Usando nossa tecnologia você garante que suas mensagens e ideias cheguem as pessoas certas, no tempo certo.

Acesse agora app.guardadoria.com.br e crie sua conta gratuita.

Gostou do texto? Não deixe de ler também Coisas a fazer após a morte de alguém.

Há alguns anos, o  filme estadunidense Safe Haven (2013), lançado no Brasil  com o nome Um Porto Seguro, apresentou uma trama extremamente instigante em que uma esposa diagnosticada com uma doença grave se dá conta de que não terá tempo para vivenciar momentos importantes da vida dos filhos pequenos. 

Nesse processo, a personagem começa a escrever cartas para cada ocasião que julgava importante para as crianças, como o primeiro dia de aula, o retorno do primeiro acampamento de verão, a perda do primeiro dente, o primeiro namorado, o dia da formatura, o dia do casamento e assim por diante.

Cada uma dessas cartas era fechada em um envelope com a indicação da ocasião que deveria ser aberta/entregue ao destinatário. Inclusive uma carta para o esposo, que ficaria viúvo, a ser entregue para a pessoa com quem ele porventura decidisse se casar no futuro. 

Na trama  do filme chamado PS. Eu te amo (2007) dirigido por Richard LaGravenese, o personagem Gerry deixa uma série de cartas programadas para  sua esposa Holly. Essas cartas continham inclusive instruções de como a mesma poderia superar o luto.

Em tempos anteriores tínhamos as figuras dos  diários. Os diários que serviam para registrar acontecimentos, e também, deixar mensagens para os familiares e amigos no caso de falecimento estes serviam como verdadeiros mensageiros que mostram os sentimentos de quem morreu. 

Esta prática é vista como uma  cápsula do tempo, na qual você define que mensagens deixar ao ser amado, filhos e amigos  Geralmente as pessoas  pensam no que poderia ser dito para  que ficasse uma boa lembrança dos corações das  suas relações afetivas. Até mesmo algum conselho ou partilha de alguma realização feliz.

Nos dias atuais, se escrever cartas não está no auge da moda, o que podemos  esperar dos recursos tecnológicos para auxiliar  nessa jornada de despedida de entes queridos? 

A Guardadoria é uma plataforma digital na qual é possível deixar armazenadas de forma digital  cartas e vídeos para  amigos e familiares que serão entregues após a morte do emitente.

Armazenamos  de forma sigilosa, privada e confidencial  mensagens, fotografias, planilhas, vídeos e até mesmo cópia de documentos. 

Acesse agora www.guardadoria.com.br e comece a escrever suas cápsulas do futuro

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Veja também

Guardadoria. Todos os direitos reservados.

Conversar
Olá! Estamos aqui para ajudar!